>

Um sítio sobre a Aerodinâmica

Traduzido por BabelFish

Teoria
Retour Teoria
Teoria Elementar
La couche limite


A massa específica

rz = m/V. A nível do mar (t=15°C) rair = 1,225 Kg.m-3



A densidade
d = rz/r0 r0 = rair à 15°C. Dá-se a fórmula empírica: d = (20-Z)/(20+Z) com Z em Km.



A pressão
P=F/S em Pascal correspondendo ao N.m-2. (se o líquido está ao descanso, a pressão é dita estática)



A temperatura (Kelvin ou °C)
T (K) = T (°C) + 273 (°C)



A compressibilidade
Diz-se que líquido é um compressível quando a sua massa específica varia, por exemplo, quando a pressão P varia. A compressibilidade é caracterizada pelo relatório o Dr./dP (possua a dimensão da inversa de uma velocidade ao quadrado). Até a V=100 m.s-1, pode-se negligenciar a compressibilidade. Se o líquido está movimento, conserva-se Pressão, Temperatura e Compressibilidade.



A velocidade
m.s-1 ou ainda nós.



A pressão dinâmica
(Energia cinética por unidade de volume) Pd= (1/2) * rz*(Vp)2 Vp~:vitesse propre, rz=m/V



Conservação da massa do débito q
q = rSV = Constante



Conservação da energia
Lei de Bernouilli: p+(1/2)rV2 = constante Pressão estática + Pressão dinâmica = Pressão Total



Viscosidade
A viscosidade traduz-se apenas se o líquido encontra um obstáculo (a asa). Chama-se um líquido sem viscosidade um líquido perfeito. A viscosidade do ar é muito fraca para v<100 m.s-1. ele existe num líquido real forças tangenciais de viscosidade que se intensificam com a velocidade. Reencontrará-se estas forças de viscosidade a nível da camada limite onde são preponderantes e geram o rasto de fricção notado h. hair = 1,84.10-5 Kg.m-2 heau = 1,01.10-4 Kg.m-2




Hechas descubrir este lugar

©2000-2019 Olivier
todos os direitos reservados
CNIL : 844304

174 messages dans le Livre d'or.
854 commentaires vidéos.
O número máximo de usuários on-line : 127 em 27 Septembre 2007 à 22:02:33
-- 12 visitantes --

Version Mobile Tweeter Partagez moi sur Viadeo Partagez moi sur Facebook
FR EN DE IT SP PO NL